quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sms desnecessárias

A Phone House acabou de me enviar um sms.
Para ir à loja deles, ver os portáteis novos. E as coisas todas giras novas, que há.
Como se fossemos amigos, tipo "Olha, anda cá a casa ver as coisas novas que tenho."
A sms começa assim: "Cara A.V.(...)". E pronto, só por causa disto, já não vou. Mas só por causa disto.

Isto irrita-me. E faz-me rir. Ao mesmo tempo.

3 comentários:

Anónimo disse...

Bem... não vejo nada de mal antes pelo contrario se a tratam por Cara não propriamente tu cá tu lá!!! ou é das pessoas que gosta de ser tratada poe Exma ou Sra Doutora!!!
Por acaso não foi da Phone house mas já recebi uma mensagem desse tipo que me fez poupar uns bons euros e acredite que foi necessária e necessidade ao mesmo tempo...
Cumprimentos.

Pat Views disse...

O problema, não está na "Cara"... Mas no "A.". Se me conhecesse perceberia, certamente!

manelpedro disse...

De facto (sem o novo acordo ortográfico), o tacto indiferenciado e pouco individualizado da publicidade no geral pode fazer com que o receptor, neste caso, a menina A., que abomina um nome tão singelo e belo e prefira que seja tratada e endereçada por menina P., perca todo e qualquer interesse na aquisição de produtos e serviços a esta ou aquela empresa mesmo que estes sejam para si, vantajosos... as falhas na comunicação sempre (ou quase sempre) resultaram na perda para ambas as partes... :)